Buscar
  • Viana

Erros que cometi (ou tento não cometer) ao começar um novo negócio.

Atualizado: 19 de Nov de 2018

Sobre planejar, (des)confiar e ouvir.



O ano é 2017.


É um tempo de certa prosperidade financeira.


A ideia guardada no fundo da gaveta há quase 3 anos de montar uma loja virtual finalmente tem chances de ganhar vida.


Começo a trabalhar no planejamento, orçamento, marketing, campanhas, design...


Tudo muito rápido.


Tudo rápido demais.


O projeto finalmente sai do papel e...


Bom, deixa eu começar sem enrolar muito.


3 coisas a se prestar (muita) atenção ao começar qualquer coisa.



1 Planeje. Planeje. Planeje.


Certa vez aprendi os 3 segredos da cozinha francesa para criarem pratos tão magníficos: Manteiga, manteiga e manteiga.

Acredito que no empreendedorismo, os 3 segredos de um negócio bem sucedido seguem basicamente o mesmo princípio.


Planejamento não é só uma palavra bonita para se usar em postagens na internet, nem escrever os passos óbvios a se trilhar com uma empresa.


Uma das coisas que mais me frustou ao passar dos primeiros passos da criação da minha loja foram os problemas que eu sei que poderia ter evitado com apenas alguns dias a mais de preparo.


Problemas vão acontecer, eles sempre acontecem.




Shit happens. E como happens...

Se você tem alguma ideia pronta para tirar do papel agora, conte com problemas inesperados. Pesquise e estude 130% a mais que o necessário. Se prepare 150%.


Tente dar a mínima margem para erros. Não conte com a sorte, e sempre se prepare para o pior.


2 Confie em pessoas confiáveis.


O melhor pleonasmo é aquele que faz sentido.

Se em sua vida pessoal você utiliza filtros conscientes (ou não) para se relacionar com pessoas, com seu lado empreendedor utilize um, dois, três... quantos forem necessários.


Ser enganado ou cair em armadilhas em determinados passos do seu novo empreendimento pode significar enterrar uma ideia antes mesmo dela nascer.


Esteja aberto a novas oportunidades, mas não deixe de lado o senso crítico.


Tome cuidado com amigos, colegas, familiares e no fim do dia, trate os negócios como eles devem ser tratados.


Como negócios.


3 Talvez sua ideia não seja tão boa (ainda).


Essa vai para todos aqueles que acreditam estar tão fora da caixa, que não perceberam que só estão dentro de outra ainda maior.


Sim, eu acredito que sua idéia pode ser algo que vai revolucionar o mundo.


Sim, eu acho que ela pode mudar todo o jogo.


Mas talvez ela possa ficar ainda melhor com aquele comentário feito na sua página.


Ou com aquela dica do seu amigo do trabalho, da faculdade ou da sua família.


Talvez estar de fora deu a essa pessoa uma perspectiva que você nunca teria do lado de dentro.


Talvez sim, talvez não.


"Ouvir é ouro. Falar é prata"

O mais importante é saber ouvir, processar e adotar.


Confesso que ouvir sempre foi meu forte. Adotar nem tanto. Mas se pudesse, teria adotado muito mais opiniões.


Muito mais.


Dizem que se conselho fosse bom ninguém dava, vendia.


Mas talvez as pessoas façam pequenas doações de sabedoria a todo momento, e cabe a você receber essas dicas (ou não).


Bom, de forma resumida, é isso aqui:


Planeje, (des)confie e ouça.


Planeje mais que o necessário.


Sempre (des)confie por experiência.



E tente ouvir, antes de excluir.

0 visualização
  • Branca Ícone Instagram

©2018 por Consultoria Viana - Brasil

Política de Privacidade

Contato: (21) 96621-8828